Com o financiamento destes projectos o governo pretende criar em média 354.3 mil novos postos laborais para a camada jovem, tendo em conta que o governo prevê criar poucos postos de empregos no país, são previstos 6 mil postos que serão criados pelo estado e pelas empresas privadas.

Sendo que neste ano o governo apoiou mais de 60 projectos juvenis em todo o país com vista a melhorar o rendimento para os jovens Moçambicanos e diminuir a taxa de jovens desempregados no país que segundo a ONU esta acima dos 40% e com a tendência de aumentar cada vez mais a cada ano que passa.

Um total de 33 projectos serão aprovados em todo o pais, a província de Maputo cera a província com mais projectos aprovados em todo seis projectos será financiado na província de Maputo, o resto das províncias apenas Três projectos financiados pelo governo.

Também faz parte da estratégia criar o auto emprego para os jovens nas profissões de agricultura, carpintaria, avicultores, serralheiro, construção, cozinha, corte e costura, frio e climatização, oferecendo 450 kits de auto emprego aos jovens.

E é de recordar que as províncias de Nampula e Zambézia foram as províncias que mais tiveram mais projectos do género aprovados e financiados pelo governo.