Manuel Chang será ouvido pela ultima vez pelo tribunal Sul-Africano nesta terça-feira a fim de evitar a sua extradição para os EUA.

Manuel Chang antigo ministro das finanças e agora deputado da assembleia da republica, acusado de lavagem de dinheiro e fraude financeira, foi detido no dia 29/12/2018 na vizinha África do Sul no aeroporto Oliver Tambo, em Joanesburgo a fim de embarcar para os emirados árabes.

Mandado de captura internacional este que foi emitido pelos Estados Unidos da América, com o propósito de extraditar o ex-ministro para responder pelos crimes acusados pelo tribunal norte-americano que marcou para 22 de Janeiro a sua primeira audição sobre o caso.

Faltando apenas algumas horas para a audição que ira decidir se o ex-ministro será ou não extraditado para os Estados Unidos da América a procuradoria geral de Moçambique afirma a imprensa que esta muito empenhada para que os Infractores sejam julgados e responsabilizados pelos seus actos a nível nacional.

Sendo que o tribunal norte-americano incluiu mais 5 suspeitos a sua lista de suspeitos moçambicanos envolvidos no mesmo caso.