Foi nesta passada quinta-feira que um membro da Renamo deu entrada no hospital provincial de Tete, com um ferimento de bala na sua coxa esquerda e mais três que sofreram agressão e se encontravam feridos.

Os membros da Renamo saindo de efectuar mais uma denúncia contra os militantes da Frelimo de agressões e vandalismo dos matérias de campanha do partido, alegam que foram esses interpelados pelo secretario do bairro da Frelimo esse que se encontrava armado no momento, a vítima baleada conta que quando acabavam de efectuar a denúncia na quinta esquadra no bairro de Mpondue o secretário tentou agredir ele e os seus colegas mais quando se apercebeu que eles estavam se colocando em fuga ele sacou a sua arma e puxou o gatilho por duas vezes assim o atingindo com um dos disparos na sua coxa esquerda.

Membro este identificado pelo nome Aly Momad que diz que”quem o baleou foi o secretario da Frelimo do bairro de Mpondue e não a policia”.

Apesar do ferimento de bala que a vítima possui o médico clínico do hospital provincial de Tete afirma que a vítima não corre nenhum perigo e que não foram encontradas quaisquer objectos no corpo da vítima que poderiam ter provado o bale amento da vítima ou algo parecido.

Tendo em conta que só faz três dias que a campanha eleitoral deu início nas 53 autarquias já se tem registado muitos casos de violências entre os partidos, na maioria das vezes isso só acontece quando dois partidos diferentes cruzam os mesmos caminhos nas campanhas.

Sendo que antes de a campanha dar inicio o presidente da republica Filipe Jacinto Nyusi fez um apelo a população e aos e aos partidos para que não aja violência no decorrer das campanhas eleitorais.